quinta-feira, 20 de junho, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Canarana recebeu etapa do Road Show Integração e Desenvolvimento do Corredor Centro-Norte, um circuito de potencialidade e oportunidades de negócios

..
Por Jornal Folha do Araguaia
| Atualizado em 16/10/2021 às 11h05

     Na última quinta-feira dia 14/10 nas dependências do no Sindicato Rural, Canarana-MT recebeu o Road Show – Integração e Desenvolvimento do Corredor Centro-Norte, um circuito de potencialidade e oportunidades de negócios que apresentou o potencial do Porto de Itaqui em São Luís-MA, para o escoamento da produção do agronegócio de Mato Grosso.

     Realizada pela Adecon, uma organização da sociedade civil, criada para apoiar o desenvolvimento do Corredor Centro Norte que na ocasião foi representada no evento pelo seu Presidente Rolando Klein Jr, o evento contou também com o apoio da Secretária Marilei Bier através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Turístico, do Sindicato Rural através do presidente Alex Wisch e da Acecan através do presidente Mário Câmara.

    Também estiveram presentes autoridades municipais, empresários locais, produtores rurais e representantes do setor financeiro que acompanharam o Road Show, as palestras ocorreram de forma presencial e virtual, o professor Afrânio Filho, analista de Planejamento do Porto de Itaqui, falou sobre as potencialidades do complexo portuário de São Luís. As palestras online foram da Apex Brasil (ramo da exportação), da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), da Valec (estatal de construções de ferrovias) e VLI (empresa de logística).

      A região de Canarana está a dois mil km do Porto de Itaqui, um pouco mais do que os portos de Santos-SP ou de Paranaguá-PR. Porém, São Luís fica muito mais próximo dos Estados Unidos, Europa e a Ásia através do Canal do Panamá, dentre as vantagens apresentadas, está a profundidade do Porto de Itaqui, que possibilita a atracagem de grandes navios, diferente de outros portos da região Norte. Outro ponto de destaque é o espaço para a construção de novos berços para ampliação das operações.

     O complexo portuário de São Luiz, além de Itaqui, compreende a mais dois portos privados, entre eles um da Vale, que é utilizado para a exportação de minério. Esse complexo já movimenta mais do que o dobro, por exemplo, do Porto de Santos.

     Para aumentar a destinação da produção do agronegócio do Mato Grosso para o Porto de Itaqui, é preciso continuar investindo em logística na direção norte. A construção da Ferrovia Fico até Água Boa-MT, interligará a região do Araguaia com São Luiz através da conexão com a Ferrovia Norte Sul. A conclusão da pavimentação da BR-158, principal rodovia ligando a região com o Pará, também é essencial para escoar a produção via rota norte.

     Ao todo serão realizados 13 eventos do Road Show em cidades do Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará, Mato Grosso, Goiás, São Paulo e Distrito Federal. Após, será apresentado para o Governo Federal, um relatório informando as vantagens e sugerindo investimentos em logística para promover o Corredor Centro-Norte. 

PUBLICIDADE

No data was found