domingo, 14 de julho, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Educação Financeira para casais: vidas financeiras compartilhadas

Mais de 2,7 mil pessoas impactadas com a live de educação financeira realizada pela Sicredi Araxingu
Por Sicredi Araxingu
| Atualizado em 19/06/2023 às 15h54

Ter um carro, uma casa, dinheiro guardado para emergência, aplicações financeiras e poder viajar nas férias são desejos de qualquer casal. Para conquistar esses objetivos não há receita de bolo, tampouco segredo. A regra básica resume-se à educação financeira, disciplina e compromisso, que possibilita aos casais a construção de patrimônio e uma vida tranquila no presente e no futuro. Na semana em que é comemorado o Dia dos Namorados, o convite aos casais é para uma reflexão que ainda é tabu para muitos: as finanças, com a ressalva de que, com diálogo, paciência e orientação, é possível prosperar e transformar sonhos em realidade.

A Sicredi Araxingu, cooperativa com mais de 30 anos de história na região, levou educação financeira para casais a partir da live “Educação financeira para casais: vidas financeiras compartilhadas”, realizada no dia 16 de maio. A iniciativa teve o objetivo de tornar mais sustentável a vida financeira de casais, provocando reflexões sobre as escolhas e sonhos estabelecidos na vida conjugal.

Economizar, investir, comportamentos financeiros, pensar no futuro e administrar as diferenças e conflitos foram pontos abordados no encontro, pelo palestrante Antonio Cleber Zequetto.

A temática central da palestra abordou os princípios fundamentais para uma vida financeira compartilhada, destacando a importância da comunicação aberta e transparente sobre as escolhas financeiras. O cuidado pessoal mútuo e a complementação das realizações financeiras foram ressaltados como pilares essenciais para fortalecer o relacionamento e promover uma saúde financeira sólida. Um dos principais objetivos é criar um ambiente de apoio mútuo, onde o casal coopera na identificação de oportunidades, correção de rumos, e para evitar gastos desnecessários, além da priorização das metas estabelecidas conjuntamente," afirma o palestrante.

 

Antes mesmo do casamento

Se o casal lida bem com dinheiro, o compartilhamento das finanças entre pode ocorrer mesmo antes do casamento. Quando ambos têm objetivos em comum, as coisas fluem naturalmente. É o que acontece com os noivos Lucile Mayeron e Victor Gouveia, de 25 anos. Ela mora em Canarana (MT) e ele no distrito de Garapu (a 20 km do centro da cidade). Em maio completaram um ano de namoro e deram um passo a mais no relacionamento: o noivado, celebrado no Rio de Janeiro, em uma das várias viagens que o casal fez.

Desde que decidiu se casar, o casal – que já mora junto -, passou a compartilhar as receitas e despesas mirando o casamento, que será em maio do ano que vem, em Trancoso (BA). Por enquanto dividem os gastos, organizados em uma planilha e aplicam as economias na poupança. Após o casamento, pretendem abrir uma conta conjunta e administrar as despesas juntos, sempre pensando em uma reserva para que possam desfrutar do que gostam como experiências gastronômicas e viagens.

“Também queremos comprar um terreno para construir nossa casa e investir na construção de imóveis, para ter uma renda no futuro”, planeja Lucile.

PUBLICIDADE

No data was found