domingo, 3 de março, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Inscrições abertas: comarca de Canarana vai selecionar novos conciliadores

..
Por Tribunal de Justiça de MT ? MT
| Atualizado em 06/07/2023 às 11h56

A Comarca de Canarana vai credenciar novos conciliadores. O processo seletivo está com as inscrições abertas. O regulamento e demais informações estão disponíveis no edital n. 1/2023-DF.

Inscrições: a inscrição é gratuita e só deverá ser feita até 04 de agosto, através do meio eletrônico Protocolo Administrativo Virtual – PAV.

Requisitos: ter mais de dezoito anos, ser bacharel ou acadêmico de Direito a partir do 3º ou 5º semestre; não exercer nenhuma atividade político-partidária; não ser filiado a partido político e não representar órgão de classe ou entidade associativa; não possuir antecedentes criminais; se advogado, não ostentar punição ética-disciplinar pelo Tribunal de Ética e Disciplina da OAB; não patrocinar processo em andamento no Juizado(s) Especial(s) da(s) comarca(s) onde pretende exercer a função, seja por vinculação ou designação; não exercer a advocacia nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania – Cejuscs e Juizados Especiais das comarcas que desempenham suas funções; não exercer a advocacia em todo o sistema nacional de Juizados Especiais da Fazenda Pública; não cumular no exercício da função pública temporária outra função ou cargo público; não ser cônjuge, companheiro ou parente de magistrados e servidores investidos em cargo de direção e assessoramento na unidade judiciária na qual exercerá suas funções.

Avaliação: será aplicada uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório na data provável de 23 de setembro no local indicado em edital específico, com início previsto para as 7h e término para as 11h (horário oficial de Mato Grosso). A data e o local da prova serão publicados no Diário da Justiça Eletrônico com no mínimo 5 (cinco) dias de antecedência. As questões da prova abarcarão as seguintes áreas de conhecimento: Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Política Judiciária de Tratamento Adequado dos Conflitos, Leis dos Juizados Especiais e Legislação Específica.

Critérios de avaliação: a prova valerá de 0 a 100 pontos. O cálculo da nota será igual à soma algébrica dos pontos obtidos nos itens que a compõem, sendo cada questão valendo 2 pontos. É necessário que o candidato obtenha pelo menos uma nota superior a 50 pontos para não ser eliminado.

Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

[email protected]

PUBLICIDADE

No data was found