segunda-feira, 15 de abril, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Organizado pela LC Sementes, Embrapa coordenou 1º Seminário de Gergelim em Canarana-MT

O evento contou com palestras de pesquisadores especialistas, teve como objetivo debater e discutir a produção de Gergelim em larga escala
Por Jornal Folha do Araguaia
| Atualizado em 13/12/2019 às 11h54

   Na última sexta-feira dia 06 de dezembro Canarana recebeu o 1º Seminário do Gergelim, superando todas as mais otimistas previsões e expectativas dos organizadores, cerca de 260 pessoas entre produtores e empresários oriundos inclusive do exterior lotaram a Câmara de Vereadores.

   Leandro Lodéa, da LC Sementes, natural de Erechim-RS, atualmente reside na cidade de Sorriso/MT, um dos organizadores do Seminário, em entrevista para a Reportagem do Jornal Folha do Araguaia, declarou que: Por ser uma cultura nova é difícil encontrar no Brasil pessoas para falar sobre o Gergelim, mas mesmo assim conseguimos reunir aqui em Canarana que é o principal produtor nacional de Gergelim 11 especialistas que irão debater assuntos relativos a parte técnica com o objetivo de formação de mesas redondas e dar um rumo as pesquisas para esclarecer as dúvidas e trazer todas as informações necessárias para que o produtor tenha lucratividade, e para isso estamos em fase de conversação com o Prefeito Municipal Fabio Faria para instalar no município um Polo de Validação de Tecnologias, não só para o Gergelim, mas também para outras culturas”, e acrescentou:

   “O momento é bom e o produtor deve estar atento a outras culturas que também podem ser exploradas e Canarana hoje é referência e possui tecnologias com sua população trabalhadora e aproveito aqui para agradecer a Prefeitura Municipal pelo apoio em especial a Secretaria da Agricultura que através do Secretário Charles Visconti sempre se faz presente nos debates principalmente no que diz respeito a logística e quem ganha com tudo isso são os cidadãos do Vale do Araguaia em franco desenvolvimento”, concluiu. 

   Durante todo o dia uma série de palestras abordaram assuntos que vão desde a seleção de sementes até a sua comercialização, com a participação da Embrapa o 1º Seminário do Gergelim, oportunizou a troca de experiências pois a cultura, que tende a se expandir cada vez mais na região, demanda ainda muita pesquisa e para isso foi aprovado recentemente um projeto da Embrapa que visa resolver problemas da cadeia que até então, no gergelim, era muito reduzido pois com essa expansão da cultura, a pressão de pragas e doenças é natural que aconteça.

   Outra informação trazida foi de que a partir de agora a Embrapa estará mais presente, mapeando quais as potenciais pragas e melhores métodos de controle, questão de plantas daninhas e como controlar com o uso de agroquímicos, com aquele cuidado de que o produto utilizado não venha comprometer a qualidade, principalmente de exportação.

   Para o Secretário de Agricultura de Canarana, Charles Visconti, uma das importâncias do seminário foi reunir todos os envolvidos na cadeia do gergelim. “Desde o preparo do solo, até a comercialização. São pesquisadores que estão aqui, são produtores que estão aqui, são empresas que compram e fomentam o gergelim no município, todos reunidos para melhorar a cultura, seja na questão de solo, de semente, de manejo, de produtividade, de mercado”.

   A expectativa, pela Secretaria de Agricultura, é que o município plante mais de 60 mil hectares com gergelim na safra 19/20 com uma média superior à safra passada. Além do aumento na área e na produtividade, diversas empresas nacionais e internacionais estão se instalando em Canarana, construindo ou alugando armazéns, para beneficiar o grão e até produzir óleo de gergelim. “As empresas que estão se instalando, já tem projeto para 2022 extrair o óleo, tudo em Canarana”, declarou. 

PUBLICIDADE

No data was found