domingo, 14 de julho, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

PF lamenta morte de policial após tiro acidental durante treinamento em Aragarças

Frederico Moreira de Oliveira, de 43 anos, era natural de Brasília (DF) e deixa esposa e três filhos
Por Semana7
| Atualizado em 06/10/2020 às 12h38

A Polícia Federal de Mato Grosso divulgou nota lamentando a morte do agente Frederico Moreira de Oliveira, de 43 anos, que morreu na noite de ontem (5). Após se atingido por um tiro acidental no peito. O fato ocorreu durante um treinamento no estande do Comando do 58° Batalhão de Infantaria Motorizado em Aragarças, Goiás.

Frederico Moreira de Oliveira exercia a função de instrutor de tiro do Serviço de Armamento e Tiro da Polícia Federal (SAT/PF) e trabalhava na Delegacia de Polícia Federal em Barra do Garças.

Na nota, a PF afirmou que mesmo com os primeiros socorros prestados por um colega socorrista, ele foi encaminhado com urgência o Hospital Getúlio Vargas em Aragarças. Em seguida, foi removido para o Hospital MedBarra em Barra do Garças, porém, não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito no início da noite.

Ele era natural de Brasília (DF) e deixa esposa e três filhos.

Não foi informado quem atirou no policial e circunstâncias do acidente estão sendo apuradas por meio de um inquérito policial.

A instituição também decretou luto oficial de três dias a partir desta terça-feira e disse se solidarizar com a família da vítima.

Foto: Polícia Federal de Mato Grosso

PUBLICIDADE

No data was found