domingo, 14 de julho, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

PF mira financiadores de invasão e bomba no DF e cumpre mandado em Água Boa

..
Por Assessoria/PF.
| Atualizado em 07/07/2023 às 09h43

ÁGUA BOA – A Polícia Federal deflagrou na quinta-feira (6/7), em Brasília/DF, a operação Embarque Negado, que visa apurar possíveis financiadores dos atos de invasão ao Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, ocorrido em dezembro de 2022, bem como uma possível conexão probatória com os envolvidos na tentativa de atentando à bomba nas proximidades do mesmo Aeroporto, também ocorrido em dezembro do ano passado.

 

A investigação se refere ao ocorrido nos dias 02/12/2022 e 08/12/2022, quando várias pessoas invadiram a área de acesso restrito e adjacências do Aeroporto Internacional JK, causando uma série de transtornos à segurança aérea e ao serviço aeroportuário.

A ação cumpre seis mandados de busca e apreensão em três Unidades da Federação: um em Marabá/PA, um em Água Boa/MT e quatro no Distrito Federal.

Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes de atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo, crime de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública e associação criminosa – todos previstos no código penal.

Balanço

Quatro alvos de busca e apreensão em Brasília/DF são endereços ligados a envolvidos no transporte dos manifestantes.

Um alvo de busca e apreensão em Marabá/PA é suspeito de ter financiado os atos. Ele foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

Um alvo de busca e apreensão em Água Boa/MT é suspeito de ter financiado os atos.

PF; Imagem – Reprodução.

PUBLICIDADE

No data was found