domingo, 14 de julho, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Publicidade

Senadores discutem nesta terça projeto para que placas de veículos voltem a informar município

Tema está na Comissão de Assuntos Econômicos; relator defende aprovação e diz que proposta não tem custo e garante segurança
Por Liberdade FM - R7
19/10/2023 às 10h16
| Atualizado em 19/09/2023 às 10h23
2023091910233774be16979710d4c4e7c6647856088456844175449789047195

O projeto de lei que prevê a volta do nome do município e estado nas placas de todos os veículos do país está na pauta desta terça-feira (19) da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O relator é o senador Lucas Barreto (PSD-AP), que apresentou parecer favorável à proposta, como adiantou ao R7. “A medida, além de importar maior identificação da população com suas origens, implica na facilitação da aplicação de medidas de segurança, tanto em operações de trânsito quanto no combate ao crime”, diz o texto.

Se aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos, o projeto vai para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde será analisado sem a necessidade de passar pelo plenário do Senado — o que ocorrerá apenas se algum senador apresentar recurso.

“É uma situação, realmente, que tem dado problemas. Por exemplo: você não sabe de que local é o carro. Em um acidente, ele facilmente some. É um projeto que permite que você tenha um controle maior pro carro entrar e pro carro sair de um município. Fica mais fácil identificar se é roubado”, argumentou o parlamentar em entrevista ao R7.

O projeto, do senador Esperidião Amin (PP-SC), altera o Código de Trânsito Brasileiro e determina a obrigatoriedade da nova placa depois de um ano da publicação da lei — ou seja, impacta apenas os emplacamentos após essa data.

“A retirada do nome do estado e da cidade das placas dificultou a identificação geográfica dos veículos, o que traz consequências negativas para a adequada fiscalização do trânsito”, justifica o autor.

A adoção do atual modelo de identificação, padronizado para os países do Mercosul, foi adiada por seis vezes devido a disputas judiciais, problemas de adaptação e credenciamento dos fabricantes. O impasse persistiu até 2019, com o estabelecimento de uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ele menciona ainda a ajuda na hora de identificar veículos irregulares, como os que estão com a documentação vencida, envolvidos em práticas de transporte ilegal de passageiros ou cargas ou que possuam pendências administrativas nos órgãos de trânsito.

Publicidade

Destaques

Agronegócio, Outras Notícias
Sicredi Araxingu forma mais de 250 pessoas no Crescer e Educação Financeira na fazenda Itaquerê
Canarana MT, Polícia
Atualizada – POLÍCIA CIVIL, APÓS INTENSO TRABALHO INVESTIGATIVO, ESCLARECE MORTE DE CRIANÇA DE SETE MESES
Outras Notícias, Política
Veja o que muda com o novo ensino médio aprovado pelo Congresso
Polícia
PJC deflagra operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes em Paranatinga
Polícia
Trabalhador é encontrado morto 2 meses após desaparecer ao perder R$ 200 mil no Jogo do Tigrinho
Polícia
Mãe é detida após oferecer bebida alcoólica para filha de 8 anos na Expovale de Água Boa

Publicidade

Notícias Relacionadas

amp-Sirene1002-copia59-2

Destaque

Atualizada – POLÍCIA CIVIL, APÓS INTENSO TRABALHO INVESTIGATIVO, ESCLARECE MORTE DE CRIANÇA DE SETE MESES

11/07/24 18:18
Viaturas-operacionais

Destaque

PJC deflagra operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes em Paranatinga

10/07/24 17:13
10074227_f81d0e23dc

Destaque

Trabalhador é encontrado morto 2 meses após desaparecer ao perder R$ 200 mil no Jogo do Tigrinho

10/07/24 16:54

Publicidade

Senadores discutem nesta terça projeto para que placas de veículos voltem a informar município

Tema está na Comissão de Assuntos Econômicos; relator defende aprovação e diz que proposta não tem custo e garante segurança
Por Liberdade FM - R7
19/10/2023 às 10h16
| Atualizado em 19/09/2023 às 10h23
2023091910233774be16979710d4c4e7c6647856088456844175449789047195

O projeto de lei que prevê a volta do nome do município e estado nas placas de todos os veículos do país está na pauta desta terça-feira (19) da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O relator é o senador Lucas Barreto (PSD-AP), que apresentou parecer favorável à proposta, como adiantou ao R7. “A medida, além de importar maior identificação da população com suas origens, implica na facilitação da aplicação de medidas de segurança, tanto em operações de trânsito quanto no combate ao crime”, diz o texto.

Se aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos, o projeto vai para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde será analisado sem a necessidade de passar pelo plenário do Senado — o que ocorrerá apenas se algum senador apresentar recurso.

“É uma situação, realmente, que tem dado problemas. Por exemplo: você não sabe de que local é o carro. Em um acidente, ele facilmente some. É um projeto que permite que você tenha um controle maior pro carro entrar e pro carro sair de um município. Fica mais fácil identificar se é roubado”, argumentou o parlamentar em entrevista ao R7.

O projeto, do senador Esperidião Amin (PP-SC), altera o Código de Trânsito Brasileiro e determina a obrigatoriedade da nova placa depois de um ano da publicação da lei — ou seja, impacta apenas os emplacamentos após essa data.

“A retirada do nome do estado e da cidade das placas dificultou a identificação geográfica dos veículos, o que traz consequências negativas para a adequada fiscalização do trânsito”, justifica o autor.

A adoção do atual modelo de identificação, padronizado para os países do Mercosul, foi adiada por seis vezes devido a disputas judiciais, problemas de adaptação e credenciamento dos fabricantes. O impasse persistiu até 2019, com o estabelecimento de uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ele menciona ainda a ajuda na hora de identificar veículos irregulares, como os que estão com a documentação vencida, envolvidos em práticas de transporte ilegal de passageiros ou cargas ou que possuam pendências administrativas nos órgãos de trânsito.

Publicidade

Destaques

Agronegócio, Outras Notícias
Sicredi Araxingu forma mais de 250 pessoas no Crescer e Educação Financeira na fazenda Itaquerê
Canarana MT, Polícia
Atualizada – POLÍCIA CIVIL, APÓS INTENSO TRABALHO INVESTIGATIVO, ESCLARECE MORTE DE CRIANÇA DE SETE MESES
Outras Notícias, Política
Veja o que muda com o novo ensino médio aprovado pelo Congresso
Polícia
PJC deflagra operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes em Paranatinga
Polícia
Trabalhador é encontrado morto 2 meses após desaparecer ao perder R$ 200 mil no Jogo do Tigrinho
Polícia
Mãe é detida após oferecer bebida alcoólica para filha de 8 anos na Expovale de Água Boa

Publicidade