quinta-feira, 30 de maio, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Vereador acusado de roubo de gado renuncia ao mandato em General Carneiro

..
Por G1MT
| Atualizado em 16/02/2023 às 12h34
O vereador de General Carneiro, Magnum Vinnicios Rodrigues Alves de Araújo, acusado de roubo de gado em Primavera do Leste, renunciou ao cargo. O protocolo foi entregue ao presidente da Câmara Municipal, na terça-feira (14/2), um dia antes da sessão que votaria pela cassação do mandato dele. Com a renuncia, a vaga de vereador ficou em definitivo para o suplente Laerte Carneiro Leão Junior. 

Magnum estava afastado como parlamentar desde setembro, quando foi preso roubando gado em uma propriedade rural de Primavera.

No fim de dezembro do ano passado, a Justiça soltou o vereador. A defesa do vereador entrou em com um pedido de habeas corpus após a condenação em primeira instâncias a oito anos de prisão em regime fechado, alegando que ele estava na propriedade caçando porcos-do-mato e que acertou um tiro em um boi da fazenda por engano.

Na decisão, o desembargador apontou que não há indicação objetiva do risco processual e alterou a prisão preventiva pelas medidas cautelares.

Magnum foi condenado a oito anos de prisão, conforme a decisão do juiz Roger Augusto Bom Donega, e ao pagamento de R$ 10 mil por reparação de danos pelo crime de roubo de gado.

O crime

O vereador e outras três pessoas foram presas no dia 11 de setembro. De acordo com a Polícia Militar, funcionários e o gerente da fazenda ouviram um tiro, foram até o pasto onde ficavam os animais para verificar e encontraram Magnum e outras três pessoas abatendo e descarnando os animais.

Para fugir, os suspeitos entraram em uma caminhonete e jogaram o veículo em cima do dono do grupo – um deles estava armado e atirou nos pneus. Os acusados foram detidos pelos funcionários.

O gerente da fazenda contou à Polícia Militar que houve uma briga e o vereador foi atingido por uma coronhada na cabeça e sofreu um traumatismo craniano.

O vereador foi internado em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, e recebeu alta no dia 30 de outubro. Durante esse tempo, a Justiça o tornou réu após aceitar a denúncia do Ministério Público.

Na ocorrência, foram apreendidas uma carabina, munições e facas, alpem de R4 4,6 mil e 43 talões de cheques. O local foi periciado.[Sessão da Câmara de General Carneiro abre CPI contra vereador preso por roubar gado — Foto: Reprodução]Sessão da Câmara de General Carneiro abre CPI contra vereador preso por roubar gado — Foto: Reprodução

Legislativo

A Câmara Municipal de General Carneiro aprovou a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para cassar ou não o mandato de Magnun por quebra de decoro parlamentar.

Em fevereiro deste ano, Magnun ficou conhecido por doar notas de R$ 20 na porta do supermercado do qual é proprietário durante a inauguração do estabelecimento. Ele também é ex-presidente da Câmara Municipal de General Carneiro.

 

PUBLICIDADE

No data was found