quinta-feira, 30 de maio, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Publicidade

Virginia Mendes publica nota de repúdio à deputada estadual Miscal Damasceno

Por Araguaia Notícia
22/04/2024 às 11h33
| Atualizado em 22/04/2024 às 11h34
20043437_20ac240a-1

No sábado (20.04), a primeira-dama de MT, Virginia Mendes, manifestou em seu Instagram uma nota de repúdio à declaração feita pela deputada estadual Miscal Damasceno (PSD-MA). Damasceno propôs uma sessão solene na Assembleia Legislativa do Maranhão somente com homens no Dia da Família, data celebrada em abril, para mostrar quem é o cabeça da família.

“Então, nós vamos encher este plenário aqui dia 15 de maio de ‘macho’. A mulher tem que entender que ela deve submissão ao marido. Doa a quem doer”, sugeriu.

A primeira-dama de MT, Virginia Mendes, defensora da família e dos princípios cristãos, repudiou o comportamento da parlamentar.

“Essa senhora deve desconhecer a palavra de Deus, porque Jesus Cristo foi concebido por uma mulher, Maria de Nazaré. Lamentável sua fala, deputada. Você se coloca abaixo do direito que lhe foi dado de ser o alicerce da família”, disse Virginia Mendes.

Ela ainda pontuou que seu posicionamento não é feminista, mas que compreende os direitos conquistados pelas mulheres e o tratamento de igualdade e respeito entre os gêneros.

“Não estou dizendo isso como feminista, mas estou falando como uma mulher que compreende que nossos direitos são iguais. Até porque, anos atrás, a senhora nem teria disputado as eleições, pois o machismo predominava, e nem sequer o direito de votar a senhora teria. O ‘Dia da Família’ simboliza união e não apartheid, como isso que a senhora está estimulando”, pontuou.

Publicidade

Destaques

Outras Notícias
Frio não acabou! Temperaturas vão despencar nos próximos dias em Cuiabá
Outras Notícias
Mais de 46 mil estudantes da UFMT e do IFMT já foram afetados desde anúncio de greve
Política
Primeira-dama de Água Boa, Juliana Kolankiewicz é empossada Deputada Federal
Polícia
Motorista embriagado que atropelou e matou homem em rotatória em Água Boa é condenado a 14 anos de prisão
Canarana MT, Polícia
PJC identifica autores de furto a restaurante em Canarana
Outras Notícias
Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Publicidade

Notícias Relacionadas

BEBIDA

Destaque

Motorista embriagado que atropelou e matou homem em rotatória em Água Boa é condenado a 14 anos de prisão

29/05/24 10:32
24052024012819

Destaque

PJC identifica autores de furto a restaurante em Canarana

27/05/24 12:40
FOTO-VIDA-N

Destaque

Suspeito volta a invadir Casa Paroquial em Canarana pela segunda vez

27/05/24 11:55

Publicidade

Virginia Mendes publica nota de repúdio à deputada estadual Miscal Damasceno

Por Araguaia Notícia
22/04/2024 às 11h33
| Atualizado em 22/04/2024 às 11h34
20043437_20ac240a-1

No sábado (20.04), a primeira-dama de MT, Virginia Mendes, manifestou em seu Instagram uma nota de repúdio à declaração feita pela deputada estadual Miscal Damasceno (PSD-MA). Damasceno propôs uma sessão solene na Assembleia Legislativa do Maranhão somente com homens no Dia da Família, data celebrada em abril, para mostrar quem é o cabeça da família.

“Então, nós vamos encher este plenário aqui dia 15 de maio de ‘macho’. A mulher tem que entender que ela deve submissão ao marido. Doa a quem doer”, sugeriu.

A primeira-dama de MT, Virginia Mendes, defensora da família e dos princípios cristãos, repudiou o comportamento da parlamentar.

“Essa senhora deve desconhecer a palavra de Deus, porque Jesus Cristo foi concebido por uma mulher, Maria de Nazaré. Lamentável sua fala, deputada. Você se coloca abaixo do direito que lhe foi dado de ser o alicerce da família”, disse Virginia Mendes.

Ela ainda pontuou que seu posicionamento não é feminista, mas que compreende os direitos conquistados pelas mulheres e o tratamento de igualdade e respeito entre os gêneros.

“Não estou dizendo isso como feminista, mas estou falando como uma mulher que compreende que nossos direitos são iguais. Até porque, anos atrás, a senhora nem teria disputado as eleições, pois o machismo predominava, e nem sequer o direito de votar a senhora teria. O ‘Dia da Família’ simboliza união e não apartheid, como isso que a senhora está estimulando”, pontuou.

Publicidade

Destaques

Outras Notícias
Frio não acabou! Temperaturas vão despencar nos próximos dias em Cuiabá
Outras Notícias
Mais de 46 mil estudantes da UFMT e do IFMT já foram afetados desde anúncio de greve
Política
Primeira-dama de Água Boa, Juliana Kolankiewicz é empossada Deputada Federal
Polícia
Motorista embriagado que atropelou e matou homem em rotatória em Água Boa é condenado a 14 anos de prisão
Canarana MT, Polícia
PJC identifica autores de furto a restaurante em Canarana
Outras Notícias
Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Publicidade