quinta-feira, 30 de maio, 2024

Logo Jornal Folha do Araguaia

Fechamento de Frigorífico em plena atividade prejudica mais de uma centena de famílias em Nova Xavantina

Decisão determina lacração do Vale do Araguaia Carne Ltda, que pertence à grupo de empresários em recuperação judicial
Por COMANDO GERAL
| Atualizado em 03/04/2023 às 10h57

Um oficial de justiça esteve na sede do Frigorífico Vale do Araguaia Carne Ltda, em Nova Xavantina (653 km de Cuiabá), na manhã desta quinta-feira (30), para cumprir mandado de lacração da empresa, expedido pelo juiz da 4ª Vara Cível de Rondonópolis, Renan Carlos Leão Pereira do Nascimento. O cumprimento da decisão vai atingir cerca de 140 famílias que dependem economicamente da empresa para sobreviver. O que corresponde a quase 20% da movimentação econômica de Nova Xavantina.

A defesa do frigorífico protocolou na justiça documento para que o oficial de justiça se abstenha de impedir o funcionamento das empresas em plena atividade. Já que as empresa Vale do Araguaia tem autonomia e atividade própria, e não pode ser inviabilizada em razão da lacração determinada no âmbito da Recuperação Judicial convolada em Falência.

Há um grupo empresarial que reúne as empresas: Vale Do Araguaia Carne, Centro Oeste Comércio Atacadista De Carne Ltda, Frigorífico Nova Carne Eireli e Carne Brasil Atacado Ltda.

Mas apenas as duas últimas, Nova Carne e Carne Brasil é que tiveram sua recuperação judicial convolada em falência. As empresas ficam no mesmo endereço.

No pedido da empresa a defesa relata que as empresas sadias devem permanecem em atividade, uma vez que estas têm autonomia e atividade própria e que não podem ser inviabilizadas em razão da lacração determinada no âmbito da Recuperação Judicial das empresas Nova Carne e Carne Brasil. As demais empresas do Grupo não podem ser simplesmente lacradas, sem que haja qualquer decisão neste sentido, pois geraria prejuízo irreversível não só à coletividade de credores, mas também ao Grupo Econômico.

PUBLICIDADE

No data was found